Vídeos mostram medo e estragos causados por vendaval em Porto de Galinhas (PE)
http://www.urgentenews.com.br/wp-content/uploads/thumbnail-for-379770.jpg
Nacional
eyJfb3JpZ2luYWxfdXJsIjoiaHR0cDpcL1wvdWx0aW1vc2VndW5kby5pZy5jb20uYnJcL2JyYXNpbFwvMjAxOS0wNy0yMFwvdmlkZW9zLW1vc3RyYW0tZnVyaWEtZGUtdmVuZGF2YWwtZW0tcG9ydG8tZGUtZ2FsaW5oYXMuaHRtbCIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX29yaWdpbmFsX2xpbmsiOiJ5ZXMiLCJfd3BfY3Jhd2xlcl9zY2hlZHVsZV9vcmlnaW5fbG9nbyI6Imh0dHA6XC9cL3d3dy51cmdlbnRlbmV3cy5jb20uYnJcL3dwLWNvbnRlbnRcL3VwbG9hZHNcLzIwMThcLzAxXC9sb2dvLWlnLWZ3LnBuZyIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX29yaWdpbl9sb2dvX2xpbmsiOiJodHRwczpcL1wvd3d3LmlnLmNvbS5iclwvIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfY2Fub25pY2FsX2xpbmsiOiJ5ZXMiLCJfd3BfY3Jhd2xlcl9zY2hlZHVsZV9mb250ZSI6IkZvbnRlOiBJRyBOYWNpb25hbCJ9
Moradores registraram, espantados, a força do vendaval na manhã deste sábado (20) arrow-options
reprodução/ Whatsapp

Vendaval assustou população de Porto de Galinhas neste sábado (20)


“Passou um tornado aqui em Porto de Galinhas “, exagera um morador, enquanto grava um dos locais prejudicados pela ventania que assustou moradores da cidade turística neste sábado (20).

A chuva começou de madrugada, mas o vendaval arrastou cadeiras, tendas e galhos de árvores por volta das 8h30.


Leia também: Saiba o que fazer em Porto de Galinhas em família, a dois e sozinho

Comércios tiveram prejuízos , com cadeiras e mesas arrastadas pelo vento. 

Conforme divulgado pela Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), o vento acompanhado da chuva chegou a 32 km por hora. Ainda conforme a Agência, o normal para a região é de 7 km por hora. A Apac havia alertado a população e autoridades na sexta-feira (19).  “O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para perigo potencial de fortes ventos costeiros, entre 11 a 16 m/s (40-60 km/h), no período das 16h desta sexta (19) ás 10h de sábado, na Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata Norte e Sul e Agreste.”


Leia também: O melhor de Porto de Galinhas

Segundo o Inmet, esse tipo de fenômeno natural é comum entre os meses julho e agosto por causa da queda nas temperaturas e aumento da força dos ventos.