De Cara Limpa Contra as Drogas participa de acampamento em aldeia indígena em Campo Novo dos Parecis
http://www.urgentenews.com.br/wp-content/uploads/thumbnail-for-378216.jpg
Policial
eyJfb3JpZ2luYWxfdXJsIjoiaHR0cDpcL1wvd3d3LnBqYy5tdC5nb3YuYnJcL25vdGljaWEucGhwP2lkPTIwMzQ1IiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luYWxfbGluayI6Im5vIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luX2xvZ28iOiIiLCJfd3BfY3Jhd2xlcl9zY2hlZHVsZV9vcmlnaW5fbG9nb19saW5rIjoiIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfY2Fub25pY2FsX2xpbmsiOiJubyIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX2ZvbnRlIjoiRm9udGU6IFBKQyBNVCJ9

Assessoria | PJC-MT

O programa social da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, De Cara limpa Contra as Drogas, participou de uma atividade de campo voltada para âmbito cultural, realizada ao longo de três dias, com a presença de 55 jovens do município de Pontes e Lacerda (448 km a Oeste).

O evento “Intercâmbio de Mirins”, aconteceu nos dias 12, 13 e 14 de junho, promovido pela Diretoria da Guarda Mirim de Pontes e Lacerda e parceiros. Os 55 participantes se descolaram para cidade de Campo Novo dos Parecis (396 km a Noroeste), sendo recepcionados na Aldeia Indígena 4 Cachoeiras, na região da Rodovia MT 235.

Acomodados em barracas estilo acampamento e desbravando o local durante os dias de programação, os alunos participaram das várias atividades com diferentes instruções, aventuras ecológicas, aulas de arco e flecha, práticas esportivas, tirolesa, caminhadas, além das palestras educativas e preventivas inseridas no programa “De Cara Limpa Contra as Drogas “.

Foram três dias voltados também a cultura indígena, ocasião em que os adolescentes e jovens tiveram oportunidade de mais conhecer sobre a cultura, estudar sobre os modos de convívio dos índios, bem como relação com a natureza.

Para o policial civil que desenvolve o programa em Pontes e Lacerda, investigador Sebastião Faria, o momento é somente de agradecer os parceiros responsáveis pelo brilhante evento, de grande aproveitamento cultural por parte dos jovens.

“Quero estender agradecimento aos delegados de Pontes e Lacerda, Carlos Augusto do Prado Bock e Lizzia Kelly Ferrro Noya, os quais estão sempre apoiando os trabalhos sociais desenvolvidos na região”, destacou o investigador de polícia.

Além da Polícia Civil, colaboraram e participaram do evento, representantes do Exército Militar Brasileiro, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiro Militar.