Traficante é preso por comércio e mulher por tentar entrar com droga na PCE
http://www.urgentenews.com.br/wp-content/uploads/thumbnail-for-374685.jpg
Policial
eyJfb3JpZ2luYWxfdXJsIjoiaHR0cDpcL1wvd3d3LnBqYy5tdC5nb3YuYnJcL25vdGljaWEucGhwP2lkPTIwMzAzIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luYWxfbGluayI6Im5vIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luX2xvZ28iOiIiLCJfd3BfY3Jhd2xlcl9zY2hlZHVsZV9vcmlnaW5fbG9nb19saW5rIjoiIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfY2Fub25pY2FsX2xpbmsiOiJubyIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX2ZvbnRlIjoiRm9udGU6IFBKQyBNVCJ9

Assessoria | PJC-MT

Mais um suspeito envolvido no comércio de drogas em Várzea Grande foi preso pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (10.07), após trabalho da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), para cumprimento de mandado judicial. A ação resultou também na apreensão de uma arma de fogo.

Jonathan Magalhães da Silva, 26, conhecido como “Preguinho”, foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo e munições. Ele foi detido em uma quitinete no bairro Jardim Glória, a qual fica ao lado de uma creche.

Com o suspeito foram encontrados meio tablete de maconha, porções de cocaína e  pasta base, uma balança de precisão, além de um revolver calibre 38, um rádio utilizado para acompanhar a frequência da polícia.

Jonathan Magalhães da Silva foi levado para DRE, ouvido e autuado em flagrante delito e encaminhado para audiência de custódia.

Mais prisão

Ainda pela Delegacia de Entorpecente (DRE), uma mulher foi autuada em flagrante por tráfico de drogas, na manhã desta quarta-feira (10), após tentar entrar com entorpecente na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá.

N.J.S. e 39 anos, foi flagrada pela equipe do Setor da Guarda do Sistema Prisional. Ao passar pela revista e ser entrevista por uma das agentes, ela confessou que estava levando para o seu marido, entorpecente escondido em sua genitália.

A suspeita ainda afirmou que receberia o valor de R$ 1 mil, para entrar com droga no presídio. Ela foi levada até o banheiro e retirou um invólucro contento entorpecente.

Após os fatos, N.J.S. foi levado para DRE, ouvida e autuada em flagrante por tráfico de drogas.