ETANOL/CEPEA: Baixa procura reduz liquidez e pressiona valores
http://www.urgentenews.com.br/wp-content/uploads/2018/01/5-8.jpg
Diárias de Mercado
eyJfb3JpZ2luYWxfdXJsIjoiaHR0cHM6XC9cL3d3dy5jZXBlYS5lc2FscS51c3AuYnJcL2JyXC9kaWFyaWFzLWRlLW1lcmNhZG9cL2V0YW5vbC1jZXBlYS1iYWl4YS1wcm9jdXJhLXJlZHV6LWxpcXVpZGV6LWUtcHJlc3Npb25hLXZhbG9yZXMuYXNweCIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX29yaWdpbmFsX2xpbmsiOiJubyIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX29yaWdpbl9sb2dvIjoiIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luX2xvZ29fbGluayI6IiIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX2Nhbm9uaWNhbF9saW5rIjoibm8iLCJfd3BfY3Jhd2xlcl9zY2hlZHVsZV9mb250ZSI6IkZvbnRlOiBDRVBFQSJ9

Cepea, 25/6/2019 – Com o avanço da moagem da safra 2019/20 e a proximidade do pico de colheita, distribuidoras consultadas pelo Cepea têm diminuído o ritmo de compras de etanol, adquirindo apenas volumes pontuais. Esses agentes estão atentos ao possível aumento da oferta nas próximas semanas. Como resultado, a liquidez esteve baixa entre 17 e 21 de junho, e o volume de biocombustível negociado caiu em relação ao coletado pelo Cepea na semana anterior (de 10 a 14 de junho). Considerando-se a média parcial de junho (até o dia 21), no entanto, o volume negociado já supera em 9,7% o do mesmo período de junho de 2018. Assim, o menor ritmo de negociação somado à entrada de etanol de outros estados no mercado spot de São Paulo e ao etanol contratado abastecendo as bases paulistas pressionaram os valores do hidratado e do anidro. Entre 17 e 21 de junho, o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado foi de R$ 1,6105/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), queda de 0,43% em relação ao da semana anterior. O Indicador CEPEA/ESALQ do anidro foi de R$ 1,8386/litro (sem PIS/Cofins), recuo de 1,1% na mesma comparação. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br