Polícia Civil participa de seminário sobre trabalho infantil
http://www.urgentenews.com.br/wp-content/uploads/thumbnail-for-358799.jpg
Policial
eyJfb3JpZ2luYWxfdXJsIjoiaHR0cDpcL1wvd3d3LnBqYy5tdC5nb3YuYnJcL25vdGljaWEucGhwP2lkPTIwMTQ1IiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luYWxfbGluayI6Im5vIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luX2xvZ28iOiIiLCJfd3BfY3Jhd2xlcl9zY2hlZHVsZV9vcmlnaW5fbG9nb19saW5rIjoiIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfY2Fub25pY2FsX2xpbmsiOiJubyIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX2ZvbnRlIjoiRm9udGU6IFBKQyBNVCJ9

Assessoria | PJC-MT

A Coordenadoria de Polícia Comunitária da Polícia Civil de Mato Grosso participou do seminário “Trabalho Infantil: Fortalecimento da Rede de proteção em Mato Grosso”, realizado nos dias 10 e 11 de junho, pelo Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepeti/MT), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-MT 23ª Região), em Cuiabá, em comemoração ao Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, intitulado no dia 12 de junho.

Os investigadores de polícia Ademar Torres, Edmir Soares de Sena, Tatiane Castro e a analista Alcimara Neuza Perin, estiveram presentes no seminário que objetivou sensibilizar, mobilizar e articular com profissionais de diversas instituições e órgãos envolvidos na temática, formas de proteger e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes em situação de extremo risco e vulnerabilidade social, levando-os a uma situação de trabalho precoce.

O investigador Ademar Torres, no momento da apresentação argumentou que a prevenção realizada pelos projetos sociais nas escolas por meio de diálogos formativos, roda de conversas, debates sobre drogas, violência, sexualidade, direito e deveres busca orientar jovens acerca do fenômeno das drogas que por sua vez, se desdobra em crimes como violência doméstica, violência de trânsito, violência urbana, assassinatos, trabalho infantil, abuso e exploração sexual comercial de crianças e adolescentes.

“O fato de a Polícia Civil poder se deslocar até as escolas e levar informações precisas fortalece a rede de proteção”, destacou.

O evento foi organizado pelos Auditores-Fiscais do Trabalho (AFTs) da Superintendência Regional do Trabalho (SRT/MT), Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Poder Judiciário de Mato Grosso, Comissão para Erradicação do Trabalho Infantil da Justiça do Trabalho (TRT/MT 23ª Região) Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca), e Comissão do Direito do Trabalho da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB/MT).