Servidores da segurança pública terão acesso a pós-graduação pelo IFMT
http://www.urgentenews.com.br/wp-content/uploads/thumbnail-for-355969.jpg
Mato Grosso
eyJfb3JpZ2luYWxfdXJsIjoiaHR0cDpcL1wvd3d3Lm10Lmdvdi5iclwvLVwvMTE5NTI4MjUtc2Vydmlkb3Jlcy1kYS1zZWd1cmFuY2EtcHVibGljYS10ZXJhby1hY2Vzc28tYS1wb3MtZ3JhZHVhY2FvLXBlbG8taWZtdCIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX29yaWdpbmFsX2xpbmsiOiJubyIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX29yaWdpbl9sb2dvIjoiIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luX2xvZ29fbGluayI6IiIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX2Nhbm9uaWNhbF9saW5rIjoibm8iLCJfd3BfY3Jhd2xlcl9zY2hlZHVsZV9mb250ZSI6IkZvbnRlOiBHT1YgTVQifQ==

Prestes a completar cinco anos de vigência, o termo de cooperação entre Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) e Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) para oferta de graduação aos servidores da pasta será renovado e ampliado. A intenção é viabilizar também curso de pós-graduação na área de segurança pública. O assunto foi abordado durante reunião realizada nesta sexta-feira (07.06), na sede da Secretaria.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública já autorizou a disponibilização de 400 vagas para a oferta da pós-graduação no estado. No caso da graduação, desde 2014, a parceria resultou na formação de 300 servidores. “Há um leque de opções para trabalhar no campo da capacitação, e é muito importante contar com o apoio e a credibilidade do Instituto Federal nesse sentido”, avalia o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Os pontos técnicos agora serão ajustados para formalização da renovação do termo de cooperação, como explica o reitor do IFMT, Wiliam de Paula. “Vamos conversar também sobre outras demandas de formação inicial e continuada que sejam de interesse da Sesp, que já sinalizou a necessidade de desenvolver projetos de pesquisas na área de segurança, por exemplo, que podem ser feitos por meio das 19 unidades que temos em Mato Grosso”.

A ideia é que a Sesp-MT também contribua com a formação do quadro funcional do Instituto Federal. “Precisamos ministrar cursos de primeiros socorros, por exemplo, que são exigências feitas às instituições, e a parceria da Sesp é importante nesta formação”, acrescenta o reitor. Além da troca de serviços e conhecimento, Wiliam de Paula afirma que a cooperação é uma forma de contribuir para a melhoria da segurança pública no estado.

Case nacional

O curso de graduação de Gestão em Segurança Pública é oferecido na modalidade à distância com alguns encontros presenciais. Certificado pelo IFMT, é considerado um case de sucesso nacional, sendo que o Ministério da Justiça e Segurança Pública já sinalizou a possibilidade de expandir a iniciativa para todo o Centro-Oeste.