Homem é preso por estupro de vulnerável após dormir com menina de 11 anos
http://www.urgentenews.com.br/wp-content/uploads/thumbnail-for-346039.jpg
Nacional
eyJfb3JpZ2luYWxfdXJsIjoiaHR0cDpcL1wvdWx0aW1vc2VndW5kby5pZy5jb20uYnJcL2JyYXNpbFwvMjAxOS0wNS0yM1wvaG9tZW0tZS1wcmVzby1wb3ItZXN0dXByby1kZS12dWxuZXJhdmVsLWFwb3MtZG9ybWlyLWNvbS1tZW5pbmEtZGUtMTEtYW5vcy5odG1sIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luYWxfbGluayI6InllcyIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX29yaWdpbl9sb2dvIjoiaHR0cDpcL1wvd3d3LnVyZ2VudGVuZXdzLmNvbS5iclwvd3AtY29udGVudFwvdXBsb2Fkc1wvMjAxOFwvMDFcL2xvZ28taWctZncucG5nIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luX2xvZ29fbGluayI6Imh0dHBzOlwvXC93d3cuaWcuY29tLmJyXC8iLCJfd3BfY3Jhd2xlcl9zY2hlZHVsZV9jYW5vbmljYWxfbGluayI6InllcyIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX2ZvbnRlIjoiRm9udGU6IElHIE5hY2lvbmFsIn0=

preso
Divulgação

Homem de 22 anos foi preso por estupro de vulnerável após enganar menina de 11 anos; ele fingiu ser um adolescente

Um homem de 22 anos foi apresentado, na manhã desta quinta-feira (23), pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) de Manaus. Ele foi detido por estupro de vulnerável após se passar por um adolescente para seduzir e dormir com uma menina de 11 anos.

Leia também: Secretaria condena evento “Adoção na Passarela”, que causou polêmica na web

Segundo a investigação, o homem se aproximou da menor de idade pelas redes sociais fingindo ser um adolescente . Eles conversaram durante alguns meses e combinaram de se conhecer. O homem apanhou a garota na escola e a levou para casa.

Ambos desligaram os celulares por dois dias. A família da menina fez uma campanha pelas redes sociais após constatar o desaparecimento da jovem. Após ver a comoção, o suspeito deixou a menor de idade em um terminal de ônibus e voltou para casa.

Mesmo assim, ele acabou sendo detido após a menina contar a história à família. “Ela é só uma criança. Não se pode achar que pegar uma criança na porta da escola é uma coisa normal. Os pais precisam conversar mais com as crianças. Ela encontrou num estranho uma pessoa que ganhou a confiança dela pelas redes sociais. Poderia ter acontecido uma coisa muito pior. As famílias que tomem essa caso como um exemplo”, declarou a delegada Joyce Coelho durante a apresentação do suspeito.