Sérgio Côrtes deixa prisão no Rio de Janeiro após decisão do STJ
http://www.urgentenews.com.br/wp-content/uploads/thumbnail-for-328519.jpg
Política Nacional
eyJfb3JpZ2luYWxfdXJsIjoiaHR0cDpcL1wvdWx0aW1vc2VndW5kby5pZy5jb20uYnJcL3BvbGl0aWNhXC8yMDE5LTA0LTI0XC9zZXJnaW8tY29ydGVzLWRlaXhhLXByaXNhby1uby1yaW8tZGUtamFuZWlyby1hcG9zLWRlY2lzYW8tZG8tc3RqLmh0bWwiLCJfd3BfY3Jhd2xlcl9zY2hlZHVsZV9vcmlnaW5hbF9saW5rIjoieWVzIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luX2xvZ28iOiJodHRwOlwvXC93d3cudXJnZW50ZW5ld3MuY29tLmJyXC93cC1jb250ZW50XC91cGxvYWRzXC8yMDE4XC8wMVwvbG9nby1pZy1mdy5wbmciLCJfd3BfY3Jhd2xlcl9zY2hlZHVsZV9vcmlnaW5fbG9nb19saW5rIjoiaHR0cHM6XC9cL3d3dy5pZy5jb20uYnJcLyIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX2Nhbm9uaWNhbF9saW5rIjoieWVzIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfZm9udGUiOiJGb250ZTogSUcgUG9sXHUwMGVkdGljYSJ9

 Sérgio Côrtes
Tânia Rêgo/Agência Brasil – 11.4.17

Ex-secretário do governo Sérgio Cabral no Rio, Sérgio Côrtes ganhou habeas corpus no STJ

O ex-secretário de Saúde do governo de Sérgio Cabral Sérgio Côrtes deixou a prisão na noite desta quarta-feira, após habeas corpus do Superior Tribunal de Justiça. Côrtes estava preso na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio. 

O habeas corpus foi concedido na terça-feira, por unanimidade, pela Sexta Turma do STJ. O voto do relator Rogerio Schietti Cruz foi acompanhado pelos ministros Nefi Cordeiro, Laurita Vaz e Sebastião Reis Júnior. O ministro Antonio Saldanha Palheiro se declarou impedido.

Côrtes foi preso em agosto, na Operação SOS, desdobramento da Lava-Jato no Rio. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), fraudes em contratos da Organização Social (OS) Pró-Saúde foram responsáveis pelo desvio de R$ 74 milhões dos cofres públicos, com anuência da Secretaria de Saúde à época comandada por Côrtes.

De acordo com a denúncia, o esquema funcionava por meio da contratação da Organização Social (OS) Pró-Saúde para administrar hospitais estaduais. Côrtes também foi denunciado nas operações Fatura Exposta e Ressonância.

O ex-secretário já havia sido preso em abril do ano passado, após a Operação Fatura Exposta. Côrtes foi denunciado por ter participado de um esquema que desviou cerca de R$ 300 milhões da Saúde do Rio. Em fevereiro, no entanto, o ex-secretário foi solto por Gilmar Mendes depois de nove meses encarcerado.