Crianças e adultos em vulnerabilidade recebem ovos de páscoa
http://www.urgentenews.com.br/wp-content/uploads/thumbnail-for-325972.jpg
Mato Grosso
eyJfb3JpZ2luYWxfdXJsIjoiaHR0cDpcL1wvd3d3Lm10Lmdvdi5iclwvd2ViXC9zZXRhc1wvLVwvMTE2MzQzNzQtY3JpYW5jYXMtZS1hZHVsdG9zLWVtLXZ1bG5lcmFiaWxpZGFkZS1yZWNlYmVtLW92b3MtZGUtcGFzY29hIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luYWxfbGluayI6Im5vIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfb3JpZ2luX2xvZ28iOiIiLCJfd3BfY3Jhd2xlcl9zY2hlZHVsZV9vcmlnaW5fbG9nb19saW5rIjoiIiwiX3dwX2NyYXdsZXJfc2NoZWR1bGVfY2Fub25pY2FsX2xpbmsiOiJubyIsIl93cF9jcmF3bGVyX3NjaGVkdWxlX2ZvbnRlIjoiRm9udGU6IEdPViBNVCJ9

Ovos de Páscoa, barras de chocolates e outros doces coletados durante uma operação de fiscalização realizada pelo Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem), em Cuiabá e Várzea Grande, foram doados a famílias carentes e adultos com necessidades especiais, nesta quinta-feira (18.04). 

Três instituições receberam os produtos: a Unidade de Atenção a Portadores de Deficiências Físico-Mentais – Lar Doce Lar, a Creche Municipal Ilza Terezinha Piccoli Pagot e a Associação de Catadores de Material Reciclável e Reutilizável Mato Grosso Sustentável (Asmats). A iniciativa foi coodenada pela primeira-dama Virginia Mendes, em parceria com a Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT).

Para a secretária da Setasc, Rosamaria de Carvalho, a ação fortalece o propósito do governo de promover a integração dos menos favorecidos, beneficiando toda a sociedade. “Muitos daqueles que receberam os ovos de páscoa não tinham a oportunidade e nem condições financeiras para adquiri-los”. 

Em Cuiabá, os 17 moradores da instituição Lar Doce Lar, que atende adultos com necessidades especiais, receberam ovos de páscoa. “A ação foi uma maneira de exercer a cidadania dessas pessoas que foram excluídas, de uma certa forma, da sociedade por suas famílias e vai ao encontro dos trabalhos de humanização já realizados na unidade que trata pacientes com transtorno mental e psíquico”, conta a gerente da instituição, Sarah Arnoldi Barboza.

Cerca de 60 crianças que frequentam a creche Ilza Terezinha Piccoli Pagot, localizada no bairro Jardim das Aroeiras, em Cuiabá, também foram presenteadas. “É possível ver o brilho nos olhos das crianças que receberam os doces. Muitos desses pequenos talvez nem iriam receber um presente desse na Páscoa”, destacou o secretário adjunto de Assuntos Comunitários da Setasc, Edio Martins. 

A diretora da unidade Simone Teixeira destacou a iniciativa da primeira-dama Virginia Mendes. “É de extrema importância que o governo conheça de perto a realidade dos menos favorecidos. Ações como essa mostram que muitas vezes precisamos de atenção e do básico”. 

Os catadores do Lixão de Várzea Grande também receberam os chocolates. A presidente da Asmats, Cidinha Nascimento, acrescentou que serem lembradod por Virginia em iniciativas assim quebra com a barreira que impede os catadores de serem vistos dignamente pela sociedade. 

“Nunca somos lembrados nestas ações e receber este carinho proporcionado pela da primeira-dama é gratificante”, destacou Cidinha.

Além das instituições, também foram contemplados os servidores da copa e que fazem a limpeza de todo o complexo do Palácio Paiaguás e da Setasc.

A primeira-dama Virginia Mendes agradeceu a doação do Ipem e ressaltou que fez questão de beneficiar àqueles que quase nunca são lembrados nestas ações.

“Quando temos datas especiais como esta quase sempre são os mesmos que recebem as doações. Quis olhar para um público especial. E além dos que estão fora, nas instituições, também procurei valorizar os nossos valorosos funcionários da copa e da limpeza. Pessoas que cuidam com muito amor, dedicação e carinho de todos nós no dia a dia”, disse Virginia.

Doação

Vinte e sete quilos de produtos de Páscoa foram doados pelo Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem) à Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc). O material foi coletado para análise durante uma operação realizada pela autarquia entre os meses de março e abril em estabelecimentos de Cuiabá e Várzea Grande. Foram repassados cerca de 300 ovos de Páscoa, além de milho de canjica, chocolate em barra, leite de coco e demais ingredientes presentes nas guloseimas desse período. Como todos atendiam as exigências legais, os donos dos estabelecimentos foram consultados sobre a possibilidade de doação e mais de 80% concordou.