Governo recebe e-mail falso de Greta pedindo para conversar com Bolsonaro

10
source
Greta Thunberg arrow-options
Reprodução/Instagram Greta Thunber

Greta Thunberg viria ao Brasil no próximo ano segundo o e-mail, que foi desmentido

O governo brasileiro recebeu nesta semana um e-mail falso da ativista sueca de 16 anos Greta Thunberg. Na mensagem, a jovem solicitava uma conversa com o presidente Jair Bolsonaro e afirmava que pretendia vir ao Brasil no próximo ano. O contato foi desmentido pelo advogado dela, que afirmou se tratar de uma fraude. A informação é da Folha de S. Paulo .

Leia também: São Paulo tem mais pessoas morando na rua que população de 457 cidades paulistas

“O fundo de Greta Thunberg lhe informa que a ativista climática e ambiental de 16 anos, candidata ao prêmio Nobel e eleita a Pessoa do Ano pela revista Time, gostaria de conversar por telefone com Sua Excelência Jair Bolsonaro “, afirma o e-mail que foi enviado de um servidor russo e chegou ao alto escalão brasileiro. 

Além do advogado Scott Gilmore explicar que o e-mail é “uma fraude do começo ao fim”, o fundo mencionado no e-mail não existe. “Nós levamos muito a sério todas as tentativas de fraude destinadas à Greta. É lamentável que, enquanto o mundo está pegando fogo, alguns escolhem espalhar desinformação”, afirma o advogado que representa a sueca nos EUA.

Leia também: “Fiz campanha para Bolsonaro e me arrependi”, diz hacker de Moro

O e-mail afirma que Greta pretende esclarecer os desentendimentos entre ela e Bolsonaro. Nele havia dois telefones de contato, ambos de pessoas que se identificaram como membros da equipe da ativista e que afirmaram que a mensagem era confidencial e não iriam comentar. A mensagem é assinada por alguém que se identifica como Svante Thunberg, pai da sueca.

Fonte: IG Mundo