Olimpíada de Língua Portuguesa premia estudantes de 12 estados

13

A 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa premiou hoje (9) estudantes e alunos de 12 estados do país. Minas Gerais e Ceará foram os estados com mais vencedores, três cada um, seguidos de São Paulo, de Pernambuco e do Pará, com dois. No total, foram distribuídos 20 prêmios. O evento é realizado pelo Ministério da Educação e pela Fundação Itaú Social.

A Olimpíada, um concurso bienal de produção de textos, é destinada a alunos matriculados em escolas públicas de todo o país. As categorias são poema, para estudantes do 5º ano do ensino fundamental, memórias literárias (6º e 7º do ensino fundamental), crônica (8º e 9º do ensino fundamental), documentário (1º e 2º ano do ensino médio) e artigo de opinião (3º ano do ensino médio).

Nesta edição, a competição escolheu como tema O Lugar Onde Vivo, como forma de valorizar a interação entre os estudantes e seus territórios. Homenageada da noite, a escritora mineira Conceição Evaristo ressaltou o papel dos professores e das escolas no desenvolvimento da literatura.

“Fiquei muito emocionada quando vi meninos e meninas tão jovens [recebendo o prêmio], porque eu comecei a escrever muito cedo. Com certeza, nós temos nas escolas, nas classes populares, grandes potências para as artes. A única coisa que falta é oportunidade. Cada jovem, cada criança, cada professor que participou da Olimpíada está fazendo alguma coisa muito importante para o nosso país, a partir dos nossos locais de vivência”, disse. “Eu tenho sempre dito que o livro sozinho não significa nada, o livro se ele fica em uma prateleira, é barata, é traça. Quem dá sentido ao texto é quem se apropria do texto, é quem lê esse texto, é quem se comove com esse texto, e os trabalhos na escola são fundamentais para essa leitura”.

Participaram da competição 42.086 escolas de 4.876 municípios brasileiros. Os alunos inscreveram 171.035 trabalhos orientados por 85.908 professores.

Edição: Fábio Massalli
Fonte: EBC Geral