Sessão especial comemora 60 anos de Relações Públicas no Senado

10

A importância dos profissionais de relações públicas e as iniciativas de interação entre o Legislativo e a sociedade foram lembradas na sessão especial em comemoração aos 60 anos de história das Relações Públicas no Senado, celebrada nesta sexta-feira (6).

A sessão especial, requerida pelo senador Izalci Lucas (PSDB-DF), lembra a designação, em 1959, do servidor Ary Kerner Veiga de Castro para a tarefa de estudar e apresentar um plano para o serviço de Relações Públicas do Senado. A homenagem se estende à comemoração do Dia Nacional das Relações Públicas, que lembra a data de nascimento de Eduardo Pinheiro Lobo, responsável pela direção do primeiro Departamento de Relações Públicas criado no Brasil, em 1914.

A diretora-geral do Senado Federal, Ilana Trombka, graduada em Relações Públicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, cumprimentou os profissionais do setor e os ex-presidentes do Senado que lutaram pela formalização de um quadro funcional da profissão. Ela considera que a Secretaria de Relações Públicas é composta por profissionais capacitados para analisar a imagem organizacional do Senado, com atribuições que cresceram na era das mídias sociais.

— Numa época em que todos estão conectados em busca de informações, o Senado acerta ao dar à secretaria uma função estratégica para sua imagem e credibilidade — definiu.

Presidente do Conselho Federal de Profissionais de Relações Públicas (Conferp), Ana Clarissa de Souza Cavalcante cobrou do setor universitário mais cursos de Relações Públicas de modo a multiplicar e valorizar a categoria.

— Ao mercado, queremos oferecer profissionais com olhar de completude, valorizando e respeitando a igualdade e as diferenças — explicou.

Antônio Carlos Lago, presidente do Conselho Regional de Profissionais de Públicas da 6ª Região (Conrerp6), ratificou a importância dos serviços prestados pelas relações públicas à sociedade. A diretora da Secretaria de Comunicação Social do Senado (Secom), Érica Ceolin, lembrou o pioneirismo da Casa ao buscar aproximar o legislador do cidadão, como o programa Jovem Senador, e Maria Cristina Silva Monteiro, diretora da Secretaria de Relações Públicas, Publicidade e Marketing, citou a participação do setor na criação da Central de Produção de Vídeo (CPV), que deu origem à TV Senado, e no lançamento do Serviço 0800 Senado.

— Estamos em busca de diálogo, consenso e empatia para a construção de relacionamentos de confiança. Para isso, é preciso ter bom senso e saber lidar com situações adversas — declarou.

O senador Nelsinho Trad (PSD-MS), que presidiu a sessão, cumprimentou a Secretaria de Relações Públicas, Publicidade e Marketing pelo trabalho de responsabilidade que transmite os valores e ações da instituição.

— Nossa secretaria vem se modernizando, adaptando-se aos novos tempos, investindo em sua comunicação, promovendo maior transparência de suas atividades — ressaltou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado