Juiz do TJDFT alerta sobre golpe dos precatórios

7
source

PRECATORIOS-juiz-rafael-rodrigues-castro-silva.jpgO juiz do TJDFT Rafael Rodrigues de Castro e Silva, em reportagem exibida pelo jornal Bom Dia DF desta quarta-feira, 04/12, fez um alerta aos credores que estão à espera do pagamento de precatórios no Distrito Federal e que estão sendo vítimas de tentativa de estelionato. Para aplicar o golpe, por telefone, os estelionatários fingem ser funcionários do TJDFT. Clique aqui e assista à matéria na íntegra.

O precatório é uma ordem judicial para pagamento de débitos dos órgãos públicos federais, estaduais, municipais ou distritais. Esses débitos recaem sobre esses órgãos públicos por terem sido condenados judicialmente. Os pagamentos dados como ganhos pela Justiça começaram em outubro deste ano, a partir de acordos diretos, onde as pessoas concordam em receber um valor menor, para que haja remuneração de forma mais rápida.

A reportagem destaca que foram disponibilizados 90 milhões de reais para esta modalidade. E esse volume de recursos chamou a atenção de estelionatários, que tentaram aplicar o golpe em quem tem direito ao pagamento. No mês de novembro, 30 pessoas foram vítimas e procuraram a coordenadoria de precatórios do Fórum do Guará para explicar a ação dos bandidos. Os estelionatários ligam para os credores, se passando por funcionários do TJDFT, e comunicam às vítimas que uma taxa deve ser paga para que o pagamento seja liberado. O juiz da Coordenadoria de Conciliação de Precatórios dos Precatórios, Rafael Rodrigues de Castro e Silva, explica que não é necessário o depósito para o TJDFT: ”O Tribunal não solicita nenhum tipo de depósito para os credores de precatório, aqui nós somos apenas pagadores, não cobramos e não solicitamos nenhum tipo de valor”.

O juiz esclarece que o Tribunal nunca faz ligações para os credores e diz que as pessoas que tem direito ao pagamento e se cadastraram para receber mensagens, recebem intimação pelo Diário de Justiça, telegrama ou pelo whatsapp oficial do TJDFT. O juiz faz uma alerta aos credores: ” Se ele não solicitou uma intimação pelo whatsapp e verificou que o número não é do Tribunal, pode ter certeza que isso é uma tentativa de golpe”.

O Tribunal de Justiça do DF disponibiliza uma página com dúvidas frequentes acerca de precatórios esclarecendo questões relativas a alvará de pagamento, tributos, reserva de honorários advocatícios, entre outras.

Saiba mais: 

TJDFT alerta para tentativa de golpe contra credores de precatórios

Fonte: TJ DF