1º Congresso das Classes Policiais Civis do Paraná acontece em Curitiba

7

O 1º Congresso das Classes Policiais Civis do Paraná (Conclapol) acontece entre quinta e sexta-feira (5 e 6) na Escola Superior da Polícia Civil (ESPC), em Curitiba. O tema do evento é “o dilema do adoecimento laboral do policial civil e suas consequências”. Palestras e conferências farão parte cronograma do congresso, que é gratuito e aberto ao público em geral.

A partir do tema proposto haverão exposições sobre a assistência do Estado para manter a saúde mental dos policiais e as políticas necessárias para reduzir os índices de suicídios entre servidores da segurança pública.

Participarão do evento, policiais civis psicólogos, psiquiatras, profissionais da área de saúde, advogados, membros do Poder Judiciário, do Ministério Público e universitários.

SUICÍDIO – O volume de agentes de segurança que sofrem de depressão agravada pelo cotidiano da área de atuação tem chamado a atenção. De acordo com os dados apresentados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, durante o 13° Anuário Brasileiro de Segurança Pública em 2018, o número de suicídios entre policiais (104) superou o número de agentes mortos em serviço (87).

Ainda segundo os dados do anuário, baseados em informações fornecidas pelas secretarias de segurança pública estaduais, o Paraná foi o terceiro estado da federação que mais registrou casos de suicídios de policiais. O número de casos no Estado passou de oito em 2017 para 11 no ano passado. O estado com mais casos de suicídios de profissionais da segurança pública em 2018 foi São Paulo (30), seguido por Minas Gerais (14).

DEBATES – De acordo com a socióloga Dayse Miranda, o número de casos pode ser ainda maior, considerando que nem todos os estados informaram as mortes ao FBSP. Para Dayse, as mortes por suicídio e tentativas de suicídio são ainda um tabu. “O problema não é reconhecido como um tema de agenda pública no Brasil. Isso, além de comprometer um estudo mais aprofundado sobre o assunto, limita a elaboração de políticas públicas voltadas à saúde mental de policiais a partir de dados empíricos confiáveis”, comenta.

A coordenadora do evento, Valquiria Gil Tisque, diz que a ideia do congresso é buscar, a partir da academia, “propostas e soluções para a falta de assistência estrutural e psicológica para os policiais, que tanto se expõem para proteger a sociedade”.

O 1º Conclapol é promovido pelo Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná e tem o apoio da ESPC.

Serviço
1º Conclapol
Local: Escola Superior de Polícia Civil, localizada na rua Tamoios, 1200, bairro Portão, em Curitiba

Quinta-feira (5)
19h45: abertura do evento
20h: Conferência com Dayse Assunção Miranda sobre “Suicídio Policial: um desafio para as políticas públicas e institucionais”
21h30: Homenagens aos filiados
22h: Encerramento

Sexta-feira (6)
14h: abertura dos grupos de trabalho com a advogada Andréa Arruda Vaz sobre o tema “O desenvolvimento das subjetividades humanas por meio do trabalho saudável”
14h30: Início das apresentações dos artigos selecionados para o evento
20h: Conferência com o autor Rubem Almeida Mariano sobre o tema “A saúde mental dos trabalhadores e das trabalhadoras da segurança pública: aspectos ambientais e psicológicos – suas causas e consequências na saúde do policial civil”
21h30: apresentação da banda da ESPC
22h: Encerramento com sorteio de brinde

Fonte: Polícia Civil do Paraná