Protestos se intensificam em Hong Kong após meses de agitações

7
source

Agência Brasil

protesto em Hong Kong arrow-options
Reprodução/Twitter Michael Zhang

Protesto em Hong Kong vem sendo reprimidos pela polícia

Protestos em grande escala ocorreram novamente em Hong Kong  neste domingo (1). A população dava as boas vindas à legislação americana que apoia os direitos humanos e a democracia. A polícia usou gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes.

Leia também: Governo da China obrigará novos usuários de celulares a escanearem o rosto

Os manifestantes também fizeram uma marcha exigindo que o governo de Hong Kong aceite suas reivindicações, que incluem a introdução de voto direto para a escolha do chefe do Executivo do território. Os organizadores disseram que 380 mil pessoas participaram da marcha.

À tarde, a polícia disparou gás lacrimogêneo contra os manifestantes, alegando que alguns deles atiraram tijolos.

A mídia de Hong Kong relatou que alguns dos manifestantes jogaram coquetéis Molotov e vandalizaram restaurantes que acreditavam ser a favor de Pequim.

Leia também: Vila sul-africana mantém segregação racial quase 30 anos depois do apartheid

Em meio à crescente frustação, um grupo pro-democracia pretende realizar grande manifestação no próximo domingo (8), com participação prevista de cerca de 1 milhão de pessoas.

Fonte: IG Mundo