SLU intensifica coleta seletiva no bairro Cidade Nova

4

A Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) realiza a partir desta terça-feira, dia 19 de novembro, ações educativas no bairro Cidade Nova, região Nordeste de Belo Horizonte, para fortalecer o serviço de recolhimento porta a porta de recicláveis. Na ocasião, representantes da Cooperativa Solidária dos Trabalhadores e Grupos Produtivos da Região Leste (Coopesol Leste) vão orientar moradores e comerciantes locais sobre a correta separação e o descarte de papel, metal, plástico e vidro.

 

Técnicos do Departamento de Políticas Sociais e Mobilização da SLU estarão presentes em um estande na Praça Guimarães Rosa, próximo à rua Afonso Pena Júnior, distribuindo material informativo sobre o tema. “Queremos melhorar a quantidade e a qualidade dos materiais recolhidos”, afirma Ana Paula da Costa Assunção, chefe do departamento. “Por isso, estamos contando com a experiência profissional dos trabalhadores da Coopesol Leste, recém-contratada pela Prefeitura, para promover o recolhimento e a triagem dos recicláveis em seu galpão”, explica.  

 

Por meio dessas intervenções, que devem durar 10 dias, a SLU espera esclarecer a população sobre o impacto ambiental e social do programa. “Um dos objetivos da iniciativa é despertar as pessoas para a observância do dia e horário corretos de exposição dos resíduos para a coleta, aumentando também, com isso, a adesão de todos nesse processo”, destaca Euclides de Carvalho Pimentel Júnior, técnico do departamento. O recolhimento de recicláveis no Cidade Nova ocorre às terças-feiras, a partir das 11h.

 

Euclides lembra ainda que os catadores contratados vão se apresentar à comunidade como prestadores da coleta seletiva, estreitando as relações e reforçando os laços de cooperação entre poder público e sociedade. Ao todo, cerca de 6.900 locais, entre condomínios, escolas, residências, estabelecimentos comerciais, igrejas, instituições públicas, clubes e associações da região, serão contemplados.

 

“Desejamos alcançar os segmentos com maior potencial de recicláveis e, assim, contar com eles como multiplicadores nas campanhas de mobilização para a revitalização da coleta seletiva no bairro”, finaliza. Já existe um grupo organizado de moradores, chamado Recicla Cidade Nova, que também vai participar das ações educativas no bairro.

Fonte: Prefeitura Municipal de BH