TJSP promove reunião do projeto “Eficiência da Gestão com foco em resultados”

5
source

Participantes apresentaram avanços obtidos no último mês.

        O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, reuniu-se com a Falconi – Consultores de Resultado e o Movimento Brasil Competitivo (MBC) nesta terça-feira (12), para a apresentação dos avanços do projeto “Eficiência da Gestão com foco em resultados” no último mês. O objetivo da iniciativa, que vai até junho de 2020, é aumentar a celeridade dos processos judiciais com menor custo, por meio do aumento da produtividade do 1º grau, redução de gastos e melhoria das áreas de suporte.

        Ao lado do presidente Pereira Calças, acompanharam a reunião outros integrantes do Comitê Deliberativo do projeto: o corregedor-geral da Justiça do Estado de São Paulo, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco; o presidente da Seção de Direito Criminal, desembargador Fernando Antonio Torres Garcia; e o vice-diretor da Escola Paulista da Magistratura, desembargador Luís Francisco Aguilar Cortez.

        O empresário Bayard Oliveira Loureiro, sócio da Falconi, apresentou os avanços do projeto, especialmente na frente de trabalho de otimização de processos (liderada pela Secretaria de Administração e Abastecimento/Saab), em que foram identificadas oportunidades de ganhos quantitativos (redução de tempo e de custos) e qualitativos (mais eficiência e praticidade).

        Nas despesas com contratos, a racionalização dos dispêndios em limpeza, transporte e utilidades já resultou em uma economia de R$ 38 milhões para a Corte paulista – a meta é de R$ 60 milhões. Além disso, foi identificado que o setor de Malas e Malotes obteve ganhos qualitativos após a unificação das áreas. Já no setor de Manutenção o foco é a melhoria na prestação do serviço aos prédios e no controle por meio de sistemas de informática e outras ferramentas.

        Também foram reforçados alguns pontos tratados na última reunião, ocorrida em 15 de outubro: (1) na frente de produtividade da força de trabalho do 1º grau, há necessidade de aprimorar a clusterização das unidades judiciais, aumentando o número de clusters de 18 para 34, promovendo análise comparativa mais adequada das unidades; (2) na frente de controle de resultados e de projetos prioritários, o acompanhamento dos projetos priorizados (Citação Eletrônica, piloto da automação para realização do Bacenjud e expansão de Rito Expresso) continua, bem como o mapeamento dos fluxos de trabalho dos Juizados Especiais Cíveis, com auxílio da Corregedoria Geral da Justiça, visando o aprimoramento da prestação jurisdicional.

        O desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco agradeceu ao Movimento Brasil Competitivo (MBC) e à Falconi pelo projeto em andamento e pelos avanços. “O país vive dificuldades de toda ordem e, portanto, realizar um bom trabalho com o menor custo possível é um grande desafio”, disse. “Este projeto tem demonstrado comprometimento extraordinário, trazendo, a cada reunião, uma mudança de paradigma e uma visão mais factível dos processos de trabalho no TJSP: menos tempo, menos dinheiro e mais eficiência.”

        Também participaram da reunião de trabalho os juízes assessores da Presidência Rodrigo Marzola Colombini e Camila de Jesus Mello Gonçalves (Gabinete Civil); o juiz assessor da Corregedoria Geral da Justiça Alexandre David Malfatti; os secretários do TJSP Ariovaldo Tedeschi (Secretaria de Administração e Abastecimento/SAAB), Tatiana Aparecida Coelho Marchi (Secretaria da Presidência/SPr), Simone Bento (Secretaria de Primeira Instância/SPI) e Patrícia Maria Landi da Silva Bastos (Secretaria de Gestão de Pessoas/SGP); os diretores Wagner Dias Gomes (Secretaria de Tecnologia da Informação/STI) e Carmen Giadans Corbillon (Diretoria de Planejamento/Deplan); Ana Mafuz (Falconi Consultoria); Rogério Caiuby e Tatiana Ribeiro (Movimento Brasil Competitivo/MBC); Heloísa Scarpelli e Antonio de Toledo Negrão (Febraban); Luiz Vicente Del Chiara (Banco Itaú); Ana Lúcia Porcionato (Banco Santander); e Salim Curiati (Banco Safra).

 

        Comunicação Social – DM (texto) / PS (fotos)

        imprensatj@tjsp.jus.br

Fonte: TJ SP