Movimento Modernista Verde de Cataguases recebe homenagem

0

Os 90 anos do Movimento Modernista Verde de Cataguases (Zona da Mata) serão celebrados pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) em Reunião Especial agendada para esta quinta-feira (24/10/19), às 20 horas, no Plenário. O requerimento tem como primeiro signatário o deputado Fernando Pacheco (PHS).

O movimento surgiu em 1927 e durou até 1929, no contexto do modernismo brasileiro, que buscava novas formas de expressão, sobretudo na literatura e nas artes plásticas. A Semana de Arte Moderna, realizada em São Paulo no ano de 1922, é considerada o marco inicial do modernismo.

Em Cataguases, os nove jovens do Movimento Verde criaram uma revista literária e uma editora, também chamadas Verde. Segundo Rivânia Maria Trotta Sant’Ana, autora do livro O Movimento Modernista Verde de Cataguases-MG: 1927-1929, eles fizeram experiências linguísticas bastante inovadoras em seus textos.

A publicação teve, ainda, de acordo com a autora, colaboração de escritores já renomados àquela época, entre os quais Carlos Drummond de Andrade, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Pedro Nava, Murilo Mendes, entre outros, o que provavelmente ampliou a visibilidade da revista.

Para o deputado Fernando Pacheco, é fundamental reconhecer o legado que a publicação deixou para a cultura nacional. “A Verde foi a única revista modernista do interior do País”, salienta. Segundo ele, se hoje Cataguases é reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como uma das cidades mais importantes do modernismo brasileiro, não há dúvida de que o título começou a ser construído com a publicação.

“Vamos celebrar com familiares dos escritores, historiadores, professores, políticos e profissionais da cultura os 90 anos desse Movimento Verde que colocou Cataguases no mapa da cultura nacional. Será um momento de reconhecer o pioneirismo e a coragem de uma cidade que, à época, contava com pouco mais de 16 mil habitantes”, afirma.

Integraram o movimento Rosário Fusco, Francisco Ignácio Peixoto, Ascânio Lopes, Guilhermino César, Camillo Soares, Christóphoro Fonte-Bôa, Oswaldo Abritta, Martins Mendes e Henrique de Resende.

Transmissões ao vivo – Todas as reuniões do Plenário e das comissões são transmitidas ao vivo pelo Portal da Assembleia. Para acompanhá-las, basta procurar pelo evento desejado na agenda do dia.

Fonte: Assembléia Legislativa de MG