Mais de 800 motoristas são abordados em blitz educativa em Curitiba

13

A campanha da Semana Nacional de Trânsito foi encerrada no Paraná nesta quarta-feira (25) com uma Blitz Educativa em Curitiba. Ação concentrou-se em dez pontos estratégicos e fez a distribuição de mais de 2 mil materiais educativos. Cerca de 800 motoristas receberam orientação e informações.

Iniciada na quarta-feira (18), a campanha alcançou milhares de pessoas com palestras, visitas às escolas e blitz em todo o Paraná, feitas por unidades da Polícia Militar, Detran Paraná e órgãos e entidades ligados a segurança no trânsito. Em Curitiba, a blitz contou com o apoio de voluntários nos pontos de blitz para levar informações sobre a segurança no trânsito, práticas de direção defensiva e alertas sobre comportamentos nocivos à condução de veículos, como dirigir embriagado ou manuseando telefone celular no volante.

INTEGRAÇÃO – De acordo com o porta-voz do BPTran, tenente Rafael Kowalski, é a integração entre os órgãos que faz com que as orientações para um trânsito mais seguro sejam ampliadas. “A blitz é uma ação envolvendo órgãos da sociedade civil organizada, bem como outros órgãos do sistema de agentes de trânsito”, disse ele.
“A intenção é orientar os motoristas quanto às ações que podem colaborar para evitar acidentes. Sabemos que a imprudência é o principal fator que leva ao acidente de trânsito e a educação no trânsito é uma das ações que fazemos para que se possa ter uma redução nos índices”, disse.

Para ilustrar a importância de não usar o celular ao volante, policiais militares vestidos com um traje de celular participaram das abordagens em um dos pontos da blitz para mostrar os perigos que essa atitude pode acarretar, além da notificação de flagrante.

Para o motorista Marcelo Gomes de Oliveira, a atividade pode refletir positivamente no futuro, com a conscientização das pessoas desde a infância. “Muito importante, pois é a partir dessa conscientização que a gente consegue influenciar as próximas gerações”, disse ele.

Marcelo Ricardo Fagundes, que trabalha com entregas, também elogiou a iniciativa. “Estamos no dia a dia trabalhandoe esse tipo de ação educativa faz a diferença”, disse ele.

PARCERIA – Há 10 anos participando de atividades educativas relacionadas ao trânsito, Cyuma Bonilha, do motoclube Ceifeiros da Meia Noite, explica que trabalhar junto com a Polícia Militar sempre garante resultados. “Sempre estamos juntos nessa parceria pelo bem da sociedade, mostrando que a educação é o melhor caminho”, disse.

SOMA DE ESFORÇOS – Mauro Gil, do Observatório Nacional de Trânsito, ressaltou que, apesar dessas ações educativas receberem uma atenção especial em determinadas épocas do ano, a preocupação com a segurança nas vias é diária. “Para nós, todo dia é dia de trabalhar para o trânsito”, afirma.

Ele também destacou a importância da unidade entre as instituições envolvidas nessas atividades educativas. “A soma da força de cada uma das instituições é importante porque, juntos, fazemos o mesmo discurso, falamos com as pessoas da mesma forma, e o resultado disso acaba sendo a redução de mortos e sequelados no trânsito”, diz. “É fundamental que essas parcerias continuem, para que possamos maximizar o trabalho que já vem sendo feito”, conclui.

PARCEIROS – Em Curitiba, a ação envolveu a Polícia Militar, por meio do BPTran; o Detran Paraná, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Secretaria Municipal de Trânsito (Setran), Observatório Nacional de Trânsito, Instituto Vida no Trânsito, Escola Pública de Trânsito (Eptran), motoclubes Ceifeiros da Meia Noite, Filhas do Vento e da Liberdade, Bodes do Asfalto, Conexão e Movimento e Estradeiros da Justiça; Coca Cola, Regional do Boqueirão, Sincor (Sindicato dos Corretores de Seguros do Paraná), CVA Corretora e da Rood Moto Shop.

Também colaboraram os voluntários da Honda Prixx, Centec, Mobilidade Segura, MacDonalds, Auto Viação São José, Ecovia, Porto Seguro, Universidade do Trânsito, Cyntia BYCk, Ana Moli (ONG) e Blokton.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Fonte: Governo do Paraná