Perícia médica do Cuiabá-Prev recebe visita técnica de órgãos de Roraima

12

O modelo de informatização e humanização adotado pela perícia médica do Cuiabá-Prev tem resultado em satisfação aos servidores e inspirado outras perícias pelo Brasil. Nesta semana, representantes da Junta Médica Municipal da Prefeitura de Boa Vista e do Regime de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Boa Vista (PRESSEM) estiveram em Cuiabá para conhecer o sistema.

Em busca de soluções para seu recém-implantando modelo de gestão, elas passaram três dias Capital estudando e trocando experiências acerca de uma bem-sucedida experiência no setor. 

De acordo com o secretário adjunto de Previdência, Fernando Jorge Mendes, a informatização dos sistemas é uma das soluções de maior impacto na rotina do órgão, garantindo celeridade, controle e transparência aos processos. Ele lembra que o Cuiabá-Prev é o único do Estado a possuir Iso 9001 e o selo Pró-Gestão e atribui as certificações a estes fatores, que ganham força com a modernização.

Na opinião da perita Alina Soto, embora a relação entre profissional e paciente seja parecida nos regimes de ambas as capitais, a informatização é que faz toda a diferença. “Quando o servidor precisa se afastar ele caminha muito, da Secretaria para perícia, para agendamento. Ou seja, o fluxo é demorado, especialmente para quem está doente. Estreitar esse caminho traria ganho na saúde e no tratamento.”, diz.

A chefe da Junta, Joelma Costa, explica que a proposta é humanizar esta dinâmica, implantando a metodologia do sistema Siprev, utilizado em Cuiabá, em Boa Vista. “Percebemos que o sistema permite que médico acompanhe melhor o servidor, deixando todo o procedimento mais transparente e econômico. Durante esses dias, além de conheceremos o funcionamento, também treinamos para utilizar o sistema.”

Em outubro de 2018 o secretário de Administração e Gestão de Pessoas de Boa Vista, Paulo Roberto Bragato e a  presidente do PRESSEM, Ana Ziegler, também estiveram em Cuiabá para conhecer o modelo adotado. À época a entidade roraimense estava em processo de reestruturação, passando de uma superintendência para um instituto

É o que lembra a gerente de aposentadorias e pensões Socorro Menezes, que também acompanhou a visita. “A primeira vinda foi feita com um olhar especial à previdência, diferentemente desta nova experiência, que traz um olhar de gestão e perícia”, diz.

A superintendente de Gestão de Pessoas, Delizarda Sampaio explica que a Secretaria e Junta funcionam atualmente em prédios separado e que a ideia é trabalhar em parceria. “Estamos tentando viabilizar melhor qualidade de vida, para que não tenha que ficar correndo de um lado para o outro.”

A digitalização garante ainda economia direta e indireta na prestação de serviço. “Diretamente observamos a redução no consumo de papel e tinta, por exemplo. Já indiretamente, há diminuição no desgaste de veículos, de servidores e de combustíveis, uma vez que os documentos não precisam mais ser levados fisicamente a diferentes setores e secretarias”, afirma Fernando.

Atualmente o Cuiabá-Prev gere cerca de 15 mil vidas. Todos os seus processos são mapeados, desde controle de registros até o planejamento de comunicação. A celeridade e transparência nos processos já resultaram na visita de vários outros regimes previdenciários, que buscam no órgão, a receita para o desenvolvimento.

“As certificações e a comprovação do caso de sucesso do Cuiabá-Prev desperta o interesse nos colegas que nos procuram e também nos oferecem a oportunidade aprendemos com as experiências que eles trazem de lá. Assim podemos aperfeiçoar a gestão e compartilhar com outros estados”, finaliza o médico perito do órgão, George Lima.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT