Conheça apps gratuitos que ensinam libras, inglês e espanhol

22
source

Olhar Digital

O mercado de trabalho brasileiro está cada vez mais competitivo, e a graduação não tem sido garantia de emprego. Segundo a pesquisa Pnad Contínua, do IBGE, são 1,4 milhão de brasileiros graduados sem trabalho em 2019. Habilidades extras, como o domínio em línguas além do português, podem contar como diferencial. 

Leia também: Apple oferece US$ 1 milhão para quem conseguir hackear iPhone

Levando em conta que o inglês e o espanhol são as duas principais línguas na comunicação internacional, e Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) – a segunda língua oficial no Brasil -, o Olhar Digital  preparou uma lista de aplicativos gratuitos que permitem ao usuário melhorar o conhecimento sobre determinada língua e enriquecer o currículo.

Inglês e Espanhol

Duolingo – aplicativo

Reprodução

O app ‘da coruja verde’, mascote do Duolingo que guia o usuário dentro do aplicação, é um dos mais conhecidos da categoria. Após fazer um teste de proficiência, o aplicativo lista lições de gramática, vocabulário, pronúncia e audição são apresentadas em uma dinâmica que lembra um jogo. O objetivo é que você crie um hábito diário – que varia de 5 a 25 minutos – de praticar o idioma. 

O aplicativo também possui o recurso de lembretes, o qual lembra o usuário de exercitar o idioma com as lições diárias — em um tom de cobrança. Disponível para Android ou iOS.

Babbel – aplicativo

Com proposta semelhante dos demais aplicativos que propõem a ensinar idiomas, o app traz exercícios de escrita, leitura e pronúncia. Contudo, nele a prática de audição é reforçada. Existe a opção de usá-lo sem som, mas o usuário deixa de usufruir da imersão que o Babbel oferece, já que muitos enunciados são falados.

Reprodução

Dicas de gramática e vocabulário também são dadas no decorrer dos exercícios. Disponível na App Store e na Play Store.

Leia também: Hackers conseguem alterar mensagens no WhatsApp, diz empresa de segurança

busuu – aplicativo

Utilizado para aprender outros idiomas além do inglês e espanhol, o busuu dá a opção ao usuário de fazer um teste do seu nível na língua ou de iniciar do básico. Cada lição tem atividades divididas em vocabulário e conversação. Exercícios de gramática, questionários e conversas com nativos são  adicionais da versão paga do app. Apesar de algumas lições não serem liberadas para não assinantes, ainda é uma boa opção para enriquecer o vocabulário de quem está aprendendo um novo idioma.

Reprodução

O app é gratuito e está disponível para download no Google Play e na App Store.

Inglês

Hello English – aplicativo

Não diferente dos demais citados acima, o Hello English oferece ao usuário a opção de teste de nivelamento ou escolher entre “Iniciante”, “Intermediário” e “Avançado”. São oferecidos exercícios focados, sobretudo, na escrita e compreensão textual. Conforme o usuário vai completando suas atividades, o app libera novos conteúdos. 

Disponível gratuitamente para Android e iOS.

Aprenda Inglês Sozinho – canal no YouTube

São apresentados diversos tipos de conteúdo e o objetivo é fazer com que você aprenda o idioma por conta. Diferente de outros modelos, o foco do Aprenda Inglês Sozinho não está em ensinar gramática, sintaxe ou sugerir exercícios específicos. Na verdade, o canal traz técnicas, ferramentas e sugestões de obras (livros, filmes, músicas) para que o usuário pratique por conta própria.

Outro canal com abordagem parecida é o Inglês na Ponta da Língua. Ele, por sua vez, tem algum conteúdo gramatical dedicado.

Cambridge Dictionary 

O dicionário mais renomado da língua inglesa traz o significado dos termos em inglês, inglês-português e inglês-espanhol, além de aplicação em frases. O Cambridge Dictionary pode ser acessado pelo navegador. Seu app é gratuito e está disponível para Android e iOS.  

Espanhol

DLE – Diccionario de la lengua española

Tido como por muitos professores como o mais confiável dicionário de espanhol, o DLE pode ser consultado pelo navegador ou por meio do app, que é gratuito para iPhone e telefones Android, porém a aplicação consome dados. A versão off-line custa R$ 34,90. 

Ainda que seja um dicionário espanhol-espanhol (não encontramos as definições das palavras em português), o DLE traz a conjugação completa dos verbos.

Vamos Hablar Español – Canal no YouTube

A professora de espanhol Juliana Maester dá aulas sobre gramática, vocabulário e pronúncia, além de indicar ferramentas e métodos de estudo mais eficazes para aprender o idioma em seu canal Vamos Hablar Español.

Bora Falar Espanhol – Canal no YouTube

Além de dividir um pouco do seu dia a dia no Brasil, o mexicano Abraham García disponibiliza aulas de espanhol com dicas de pronúncia, gramática e vocabulário — de maneira mais descontraída no Bora Falar Espanhol. Sua conta no Instagram possui a mesma abordagem — ele usa recursos da rede social, como os Stories, para fazer enquetes do idioma e mantém aulas nos destaques.

Libras

Diferente das línguas orais, a Linguagem Brasileira de Sinais (Libras), pede, além da sua gesticulação correta, a compreensão da gesticulação de outros. Por isso, segundo especialistas, é impossível aprendê-la sozinho. As ferramentas, que eventualmente possamos ter, possibilitarão a realização da primeira tarefa, o que não acontecerá com a segunda. A troca de sinais com alguém que domine essa linguagem será necessária.

Contudo, é possível adquirir boas noções por conta própria, utilizando serviços disponíveis gratuitamente na internet. Porém, a habilidade pode demonstrar um diferencial no currículo, já que, como dito anteriormente, Libras é a segunda língua oficial do Brasil.  

Hand Talk – aplicativo

O Hand Talk é um aplicativo que auxilia o usuário a traduzir texto ou fala para a linguagem de sinais. O avatar Hugo, do app, ensina como fazer os sinais com as mãos. 

Reprodução

Além da possibilidade de escolha entre três velocidades para os gestos do Hugo, o Hand Talk grava as traduções que já foram realizadas para o usuário. Para acessá-las, basta clicar no menu, no canto superior esquerdo, e escolher a opção “Histórico”. 

Leia também: FBI intensifica investigações contra Facebook e Twitter nos Estados Unidos

Há também um dicionário, que pode ser baixado e usado off-line, com termos categorizados em “Português”, “Matemática”, “História”, “Geografia’, “Ciências”, “Letras e Números”. Para aulas mais contextualizadas, como saudações em Libras ou frases mais cotidianas, existe a seção #HugoEnsina, que consiste em aulas ministradas pelo mascote do aplicativo. 

Reprodução

Disponível em versão gratuita e paga (sem anúncios). 

Ilana Costa – Canal no YouTube 

No canal de Ilana Costa é possível encontrar conteúdo, como alfabeto, números, frases e regras da linguagem de sinais, tudo em uma playlist chamada “Curso Básico – Libras para ouvintes”, que possui  22 vídeos de curta à média duração (10 minutos). 

E-Disciplinas USP

O e-disciplinas, da Universidade de São Paulo, é outra opção para se aprender Libras gratuitamente. Com videoaulas mais longas, é possível acessar o conteúdo diretamente do YouTube. Além delas, são disponibilizados materiais de apoio como textos, exercícios e resumos. O curso, contudo, não oferece certificado.

IG TECNOLOGIA