Cruzeiro de volta ao mundo visita 53 países em 245 dias; pacote custa R$ 344 mil

8

Dar uma  volta ao mundo sozinho é uma empreitada para poucos. É pensando nesses poucos afortunados que uma empresa de cruzeiros sediada na Suíça decidiu montar o pacote turístico supremo: cinco continentes, 53 países visitados, 245 dias de viagem.

navio de volta ao mundo
Divulgação/Viking Cruises

A volta ao mundo a bordo do Viking Sun começa em 31 de agosto de 2019 e acaba somente em 2 de maio de 2020

A viagem de volta ao mundo da Vikings Cruises está programada para começar no dia 31 de agosto, saindo de Londres, e terminar apenas em 2 de maio de 2020, também na capital inglesa.

De acordo com o site oficial da empresa, o  Viking Ultimate World Cruise vai contar com 111 paradas e 23 pernoites em destinos diferentes. Estão programadas visitas a lugares como Reykjavik, na Islândia, Nanortalik, na Groenlândia, Nova York (onde o navio ficará ancorado por duas noites), as polêmicas Ilhas Malvinas, Fiji e Alexandria, no Egito.

No Brasil, o navio de volta ao mundo vai passar por Macapá, no Amapá, Santarém, no Pará, Parintins e Manaus, no Amazonas, Recife, em Pernambuco, Salvador, na Bahia, e, por fim, o Rio de Janeiro, onde os turistas passarão uma noite.

Leia também: 7 medidas de segurança em alto mar para evitar acidentes

Quanto custa fazer uma volta ao mundo?

cruzeiro de volta ao mundo
Reprodução/Viking Cruises

Cruzeiro de volta ao mundo conta com 111 paradas em 53 países

Visitar tantos países e destinos, no entanto, têm seu preço e ele não é baixo. A passagem do pacote completo custa a partir de US$ 89,9 mil (cerca de R$ 344,4 mil, segundo conversão no site do Banco Central) e vai até US$ 269,9 mil (mais de R$ 1 milhão), na “suíte do dono”, um quarto de 123 m² com salas de estar e jantar, três TVs, cozinha, adega e até um chef exclusivo.

Leia também: Vai fazer um cruzeiro? 5 dicas de boas práticas de planejamento para a viagem

Agora, se você tem (muito) dinheiro sobrando e oito meses disponíveis, é melhor correr para garantir sua passagem de volta ao mundo porque, segundo o site da Vikings Cruises, restam só duas vagas no navio e, veja só, para o pacote “mais barato”. As demais estão esgotadas.