Assembleia Social repassa 1 tonelada de alimentos e ultrapassa 10 toneladas em 2019

9

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

A Assembleia Social (antiga Sala da Mulher) promoveu, nessa quinta-feira (13), nova entrega de alimentos não perecíveis, desta vez para quatro entidades filantrópicas, totalizando uma tonelada. Com o montante, o braço social da Assembleia Legislativa de Mato Grosso chega a 10.737 quilos de mantimentos arrecadados por meio ingresso social ao Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros e repassados a instituições com projetos sociais, apenas em 2019.

Cada entidade filantrópica (Obras Sociais Anália Franco, Associação dos Pequenos Produtores Rurais Monte Sinai, Associação Beneditina da Providência – Casa Irmã Faustina e Obras Sociais Espíritas Manoel Philomeno de Miranda) recebeu 250 quilos de alimentos. “A gente recebe, armazena, gera um montante e busca atender as instituições que nos provocam. Nossa assistência social faz a triagem e encontra projetos lindos”, explica a diretora da Assembleia Social e do Teatro Zulmira, Daniella Paula Oliveira.

As Obras Sociais Anália Franco atende a crianças jovens e adultos do bairro Doutor Fábio II, região periférica da Grande CPA, em Cuiabá. Os alimentos recebidos comporão cestas básicas a serem entregues para as famílias atendidas. “Esta é a nossa oportunidade de ganhar esses alimentos e distribuir para a nossa comunidade carente”, assegura o presidente Luiz Gonzaga.

A Associação dos Pequenos Produtores Rurais Monte Sinai congrega agricultores familiares no distrito de Barreiro Branco, de Cuiabá, comunidade bastante carente. “Vamos alimentar as famílias. Receber essas doações é uma bênção”, agradece a tesoureira Elessandra Barbosa da Costa Souza.

A Associação Beneditina da Providência – Casa Irmã Faustina acolhe semanalmente 130 meninas carentes do bairro Pedra 90 (também na capital), para atividades extracurriculares no contraturno escolar. A elas são oferecidas aulas de computação, de dança, de trabalhos manuais, de karatê e de esportes de equipe (como vôlei) e alimentação completa (café-da-manhã, almoço e janta). “Nós já estávamos sem arroz e aqui recebemos os mantimentos fundamentais, como arroz, açúcar, óleo”, comenta a religiosa Leontina Vitalino.

As Obras Sociais Espíritas Manoel Philomeno de Miranda repassarão os alimentos não perecíveis às 30 famílias atendidas, compondo as cestas de verduras, frutas e legumes semanalmente entregues. “Poderemos assistir às pessoas mais necessitadas do bairro Ribeirão do Lipa [Cuiabá]”, explicou o vice-presidente Rafael Martine.

“O que a gente faz aqui é de todo o coração, mas ainda um trabalho pequenino. Grandioso mesmo é o trabalho de vocês, que doa o que há de mais importante: o tempo”, enaltece e parabeniza a diretora Daniella Paula.