Palmeiras domina, goleia o Santos e se isola na liderança do Brasileiro

6

Lance


Deyverson, palmeiras
Cesar Grego/ Ag. Palmeiras/ Divulgação

Deyverson fez um dos gols do Palmeiras no jogo contra o Santos neste sábado (18) pelo Campeonato Brasileiro

Amplamente superior. Com domínio total do clássico, o Palmeiras venceu o Santos por 4 a 0 na noite deste sábado, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. Os jogadores do Peixe foram irreconhecíveis em campo, com o Verdão não conseguindo um placar mais elástico por conta da trave e de grandes defesas do goleiro Vanderlei. Os gols da goleada foram marcados por Gustavo Gómez, Deyverson, Raphael Veiga e Hyoran.

Leia também: Palmeiras receberá quantia milionária se não fechar com a Globo na TV aberta

Com o resultado, o Palmeiras chegou a 13 pontos, na liderança isolada do C ampeonato Brasileiro . Já o Santos, com dez pontos, ficou no quarto lugar. Pela competição, ambas as equipes voltam a campo no próximo fim de semana – no sábado, o Verdão enfrenta o Botafogo, no Mané Garrincha, enquanto o Santos, no dia seguinte, recebe o Internacional. Antes, na quarta, pela Copa do Brasil, o Palmeiras visita o Sampaio Corrêa.

Palmeira elétrico

O Palmeiras começou o clássico de maneira elétrica. Os comandandos de Felipão, bastante ofensivos, não deram chance para o Santos respirar, criando alternativas até o gol. O primeiro saiu logo aos cinco minutos, com Gustavo Gómez desviando de maneira oportuna após cobrança de falta de Dudu, 1 a 0. Aos nove, o segundo sairia se não fosse a trave acertada por Zé Rafael. Aos 18, o 2 a 0 veio com Deyverson se antecipando de carrinho.

Santos dorme…

Apesar de o placar parcial com menos de 20 minutos de jogo já apontar o 2 a 0 para o Palmeiras, a equipe não recuou, seguiu pressionando, aproveitando um Santos desorganizado e quase que dormindo em campo. O terceiro quase saiu aos 21, com Zé Rafael deixando para Deyverson. Antes do intervalo, o Verdão ainda teve mais uma oportunidade de ampliar com Raphael Veiga, mas o goleiro Vanderlei salvou e mandou para escanteio.

Leia também: Clássico da rodada: Confira curiosidades e números de Palmeiras x Santos

Seguindo a batida

Na volta para o segundo tempo, o Palmeiras manteve o ritmo da etapa inicial e seguiu a batida mais uma vez no clássico. Aos seis minutos, Raphael Veiga mandou, a bola desviou em Aguilar, tirando Vanderlei do lance – 3 a 0. O Verdão não parou, continuando no ataque e três minutos depois quase fez o quarto com Zé Rafael. Vanderlei ainda evitou outro lance de perigo aos 20, em tentativa de Dudu.

Liderança isolada

A vitória do Palmeiras e a consequente liderança isolada do Brasileiro estava praticamente confirmada quando os comandados de Sampaoli começaram a acordar – o que foi tarde demais.

Aos 22 Sánchez finalizou forte e o goleiro Weverton defendeu, repetindo o expediente aos 26 em grande chance de Soteldo e, aos 30, Sánchez acertou a trave. No fim, aos 42, o quarto do Verdão saiu com Hyoran. Vitória do Palmeiras por 4 a 0, em um clássico que poderia ter feito 6, 7 gols…

Leia também: TV Globo “dá o troco” no Palmeiras e coloca jogos da Copa do Brasil no PPV


FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 4 X 0 SANTOS

Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/hora: 18/5/2019 – 19h (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (SC) – Nota LANCE!: 6,5 (conduziu bem o jogo, não influenciando no resultado)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (SC) e Helton Nunes (SC)
Árbitro de vídeo: Braulio da Silva Machado (SC)
Renda/público: R$ 987.830,00/30.058 pagantes
Cartões amarelos: Dudu, Felipe Melo (PAL) e Derlis González, Gustavo Henrique, Alison (SAN)
Cartão vermelho:

GOLS: Gustavo Gómez 5’/1ºT (1-0), Deyverson 18’/1ºT (2-0), Raphael Veiga 6’/2ºT (3-0) e Hyoran 42’/2ºT (4-0)

Santos: Vanderlei, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique, Felipe Aguilar (Victor Ferraz 29’/2ºT) e Felipe Jonatan (Cueva 8’/2ºT); Diego Pituca, Alison e Jean Lucas (Jean Mota intervalo); Carlos Sánchez, Soteldo e Derlis González. Técnico: Jorge Sampaoli.

Palmeiras : Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diego Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique (Thiago Santos 45’/2ºT), Dudu, Raphael Veiga (Moisés 31’/2ºT) e Zé Rafael (Hyoran 35’/2ºT); Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

IG ESPORTE