Madonna fará show em Israel e diz que não vai se “adequar às questões políticas”

4

Madonna é atração confirmada no Eurovision 2019, competição anual de música que é transmitido pela TV e esse ano acontecerá em Israel. Em entrevista a Reuters , a rainha do pop falou sobre as questões políticas do país, que vive um conflito com a Palestina, fazendo com que muitos artistas se recusem a se apresentar na região. 

Leia também: Madonna é proibida de gravar clipe em palácio de Portugal e se revolta 


Madonna é atração confirmada no Eurovision 2019, em Israel
Divulgação

Madonna é atração confirmada no Eurovision 2019, em Israel

O Eurovision 2019 irá acontecer nesse sábado (18) e durante entrevista a Reuters , Madonna falou abertamente sobre as questões políticas de Israel: “Nunca vou parar de tocar música para me adequar à agenda política de alguém, nem vou parar de falar contra violação dos direitos humanos em qualquer lugar do mundo”, declarou.

A rainha do pop está promovendo o seu novo álbum “Madame-X”, com músicas caliente e  parcerias latinas, como Maluma e Anitta. A cantora ainda falou sobre as questões que acontecem em Israel e em como ela se sente ao ver as notícias: “Meu coração se quebra toda vez que eu escuto sobre vidas inocentes que se perdem nessa região e a violência que frequentemente é perpetuada para alcançar os objetivos políticos de pessoas que se beneficiam de conflitos antigos”.

Leia também: Novo single de Madonna aborda política, ativismo e resistência na modernidade

A cantora é reconhecida por participar de causas sociais e afirmou ter esperança em um futuro melhor. “Eu espero e rezo para que nós estejamos livres deste terrível ciclo de destruição e criaremos novos caminhos em direção à paz”, concluiu Madonna  . O lançamento de “Madame-X” está previsto para 14 de junho.

IG GENTE