Mike Pompeo garante que segue encarregado de negociações com Coreia do Norte

6

Mike Pompeo e ministros japoneses
Reprodução/Twitter/SecPompeo

Mike Pompeo (terceiro da esquerda para a direita) se reuniu com os ministros japoneses das Relações Exteriores e da Defesa e falou sobre a Coreia do Norte

Um dia depois de a Coreia do Norte pedir que o governo norte-americano substitua seu secretário de Estado, Mike Pompeo, como líder nas  negociações sobre a desnuclearização do país, Pompeo garantiu nesta sexta-feira (19) que continua no cargo.

“Nada mudou, continuamos trabalhando”, disse Pompeo , secretário de Estado dos EUA, em entrevista coletiva, após uma reunião com os ministros japoneses das Relações Exteriores e da Defesa.

Na quinta-feira (18), Kwon Jong-gun, um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte , afirmou que, “caso as conversas sejam retomadas no futuro”, o papel de Pompeo deveria ser assumido por “alguém que mostre maior tato e maturidade na hora de se comunicar” com Pyongyang.

Leia também: Rússia garante primeiro encontro entre Putin e Kim Jong-un ainda neste mês

“O relacionamento pode ficar complicado se Pompeo estiver envolvido nas negociações”, ponderou Kwon, segundo a agência estatal KCNA . “Toda vez que o secretário de Estado põe o nariz, o diálogo piora e fica sem resultados”, acrescentou.

De acordo com a agência, o líder coreano Kim Jong-un supervisionou esta semana o  teste de um novo tipo de arma tática guiada. O termo “tático” sugere um armamento de curto alcance, ao contrário dos mísseis balísticos de longo alcance que têm sido vistos como uma ameaça aos Estados Unidos .

Mesmo assim, o míssil tem um “modo peculiar de voo guiado” e uma “ogiva poderosa”, de acordo com a KCNA . Este é o primeiro teste público de armamento pela Coreia do Norte desde que a segunda reunião de cúpula entre Kim e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em Hanói terminou sem um acordo em fevereiro. Pompeo também participou do encontro.

IG Nacional