Bolsonaro visita Mourão e evita falar sobre Petrobras e ministro do turismo

6

Jair Bolsonaro discursando
Alan Santos/PR

Ao sair da residência oficial, Bolsonaro evitou conversar com a imprensa

Na manhã deste domingo (14), enquanto se encaminhava para realizar uma visita ao vice-presidente Hamilton Mourão, que nesta madrugada precisou ser atendido em um hospital de Brasília devido a uma tendinite, o presidente da República Jair Bolsonaro parou duas vezes para cumprimentar apoiadores e turistas, mas preferiu evitar a imprensa.

Leia também: Bolsonaro confirma convocação de mil policiais federais aprovados em concurso

Alguns jornalistas presentes na entrada do Palácio da Alvorada até tentaram tirar de Bolsonaro alguma resposta sobre as duas crises mais recentes que rondam o governo: o reajuste do diesel da Petrobras e a denúncia de ameaça que pesa contra o ministro do Turismo, Marcelo Alvaro . Porém, ele evitou dar qualquer resposta aos questionamentos.

A assessoria do vice-presidente disse que o encontro com Bolsonaro, que durou cerca de uma hora e meia, foi uma visita de cortesia.

Em sua conta pessoal nas redes sociais, Mourão publicou que está de licença médica por causa de uma tendinite no cotovelo direito.” Estou em repouso, medicado, em companhia da família, com o apoio dos amigos e as orações de todos”, disse.

Leia também: “Querem me afastar dos amigos judeus”, diz Bolsonaro em carta