Polícia Civil reforça buscas para prisão de autores do latrocínio de investigadora de Ribeirão Cascalheira

12

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil das Regionais de Água Boa  e Barra do Garças (730 e 500  km a Leste) está mobilizada para prisão dos autores do roubo seguido de sequestro e morte (latrocínio) da investigadora Márcia Régia de Matos, 59 anos, da Polícia Civil de Ribeirão Cascalheira (900 km a Leste). O crime ocorreu no começo da noite de sexta-feira (22), por volta das 18h15.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e a Diretoria da Polícia Judiciária Civil estão dando total apoio às equipes da região, tanto com reforço policial quanto aparato logístico e investigativo.

Uma equipe da Gerência de Operações Especiais (GOE) e uma Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) seguiram para região, e nesta manhã, o delegado geral da PJC, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, o diretor de interior, Walfrido Nascimento, e presidente do sindicato do investigadores de polícia, Edleusa Mesquita, também estão a caminho do município, em uma aeronave do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), para acompanhar os trabalhos e prestar solidariedade à família da investigadora.

A policial estava em sua casa, que fica em uma chácara, às margens da BR 158, a 50 km da cidade de Ribeirão Cascalheira, quando foi surpreendida por dois criminosos armados, que roubaram um veículo Fiat Strada, de cor preta, de sua propriedade, duas armas pessoais (1 revólver 38 e um rifle 22) e pistola 940, acautelada da Polícia Civil.

O corpo da investigadora foi localizado na madrugada deste sábado (23), por volta das 2 horas, em uma estrada vicinal, às margens da BR 158 (60 km de onde foi levada), com um tiro na cabeça. Os criminosos abandonaram, próximo ao mesmo local, o veículo dela e seguiram em uma motocicleta.

A Polícia Civil já apurou que antes de invadir a propriedade da policial, os criminosos assaltaram uma residência que fica anexa a uma borracharia na região no Distrito de Serra Dourada, de onde levaram da casa joias, cheque e um carro (Gol). A vítima desse crime, também uma mulher, foi levada, mas liberada pelos criminosos, que seguiram no veículo, porém, perderam o controle do carro que caiu numa ribanceira, que fica perto da residência da casa da investigadora Márcia Régia.

A investigadora Márcia Régia de Matos completaria neste ano 29 anos de Polícia Civil. Ela é da turma de outubro de 1990, que ingressou Polícia Civil de Mato Grosso. A polícia era natural de Araguarça (GO).

 

Fonte: PJC MT