Recém-empossada, procuradora de Justiça assume Ouvidoria Geral do MPMT

11

Empossada nesta quinta-feira (14) no cargo de procuradora de Justiça, Rosana Marra atuará na Procuradoria Criminal e será também a ouvidora geral do Ministério Público do Estado de Mato Grosso. O cargo de ouvidora geral substituta será ocupado pela procuradora de Justiça Julieta do Nascimento Souza. O anúncio foi feito pelo procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, durante o ato solene de posse da mais nova integrante do Colégio de Procuradores de Justiça.

Rosana Marra ingressou no Ministério Público do Estado de Mato Grosso há 29 anos. Já passou por todas as áreas de atuação da instituição e ultimamente estava no Núcleo Cível da Capital. No discurso de posse, ela falou sobre a sua trajetória e relembrou as dificuldades enfrentadas no início de carreira.

“Foi um período difícil, porém foi nessa adversidade que me tornei uma pessoa mais forte e destemida”, observou, destacando os problemas enfrentados com atraso salarial, falta de estrutura de trabalho, estradas esburacadas, alto nível de criminalidade, entre outras situações.

A procuradora de Justiça enfatizou a importância do Ministério Público na defesa da sociedade e disse que a atuação institucional é voltada não apenas para a persecução penal, mas também para a defesa do meio ambiente, do patrimônio público, da infância e juventude, da saúde pública, idoso, das mulheres vítimas de violência doméstica, do consumidor.

“Assumo uma Procuradoria Criminal no momento em que o país passa por um estado de depuração, em que a sociedade repudia a corrupção e exige o reconhecimento dos seus direitos. Para tanto, precisamos de um Ministério Público forte, compromissado de forma a postar-se ao lado dos cidadãos para cumprir com o nosso dever institucional”, afirmou.

O procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, enfatizou a satisfação de dar posse à nova procuradora em sua primeira reunião presidindo o Colégio de Procuradores de Justiça. Ressaltou ainda que a história de vida profissional de Rosana Marra demonstra a importância de todas as áreas de atuação do MP. “Todas as áreas têm as suas demandas, suas necessidades. Claro que a gente gostaria de atuar no macro, na coletividade, no difuso, mas a nossa atuação também na defesa do direito individual indisponível é de extrema importância”, disse.

 Secretário do Colégio de Procuradores de Justiça, o procurador Domingos Sávio de Barros Arruda prestou homenagem à empossada. “O tempo já seria o bastante para trazê-la ao topo da carreira, afinal são 29 anos dedicados à nossa instituição, uma vida se passou. Contudo, quis a providência divina que a sua ascensão ao cargo de procuradora de Justiça se desse ao final pelo critério de merecimento. Aliás, devo registrar que por quatro vezes consecutivas o Conselho Superior do MP reconheceu o seu mérito. Enfim, parece que tudo conspirou para que a sua chegada viesse timbrada com cores vivas pelo brilho do merecimento”.

RENOVAÇÃO: O presidente da Associação Mato-grossense do Ministério Público do Estado de Mato Grosso, Roberto Aparecido Turin, ressaltou que a cerimônia de posse é um ato de reconhecimento e renovação. “Reconhecimento pela história de vida, pela história profissional, pelos anos de dedicação a uma causa, a um serviço, a uma profissão. E renovação dos sentimentos de ser Ministério Público, renovação do dever a ser prestado e renovação do sentimento de novos ânimos, de novas pessoas em novos lugares”.