Polícia Civil prende Juína mandante da morte de mulher em Castanheira

38

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil cumpriu mandado de prisão preventiva contra Marta Souza Amorim, 26 anos, acusada de mandar matar uma jovem de 22 anos na  cidade de Castanheira (779 km a Noroeste).

A prisão foi efetuada nesta quarta-feira (23), em Juína (735 km a Noroeste), e pode ter sido motivada por dívida relacionada ao tráfico de drogas. Dois homens que participaram da execução foram presos na ocasião do crime.

O crime ocorreu no dia 17 de janeiro, vitimando Raquel Meira Duarte, de 22 anos. O irmão da vítima estava junto e conseguiu escapar ileso dos tiros disparados por um suspeito, correndo para o outro lado da estrada e se escondendo em uma mata. Após duas horas escondido, ele pegou carona em um ônibus que passava pelo local e conseguiu chegar em sua casa.

Segundo o irmão da vítima, o suspeito acompanhado de outro homem foi até sua casa em uma moto e chamou ele e sua irmã para irem buscar uma motocicleta na MT-170, próximo a linha Novo Horizonte e que daria entorpecentes para eles no caminho.

Ao chegarem ao local, o homem que estava na garupa da moto, sacou um revólver da cintura e começou a fazer disparos contra as vítimas, vindo a acertar sua irmã Raquel Meira Duarte, que foi à óbito ainda no local de crime.

Ao ouvir os disparos, o jovem de 18 anos (irmão da vítima) saiu correndo e o suspeito começou a atirar em sua direção, porém, não conseguiu atingi-lo. A vítima correu para o outro lado da estrada e se escondeu em uma mata. Após duas horas escondido, ele pegou carona em um ônibus que passava pelo local e conseguiu chegar em sua casa.

Na ocasião do crime, dois homens foram presos. São eles: Alex do Ouro da Silva, 31 anos, e Wagner da Silva Ramos, 19 anos. O suspeito Alex do Ouro confessou ter efetuados os disparos e Wagner deu apoio levando o executor até o local na motocicleta. A arma do crime e a motocicleta foram encontrados cerca de 4 km do local do crime. O revólver calibre 357 estava enrolado em uma jaqueta dentro de um capacete escondido em uma moita.

As investigações apontam que Marta Souza Amorim comanda o tráfico de drogas na região e pertence a uma facção criminosa. Ela teria encomendado a morte dos irmãos por dívidas ou rixa ligada ao tráfico drogas. Ela responde a três processos criminais na Justiça. Seu marido e irmã também têm envolvimento com o tráfico de drogas e estão presos na cadeia pública da região.

Durante a prisão, foi encontrada na casa da mulher cerca de  três quilos de entorpecentes, uma balança de precisão, duas motocicletas, sendo uma a que foi usada para levar o executor até Castanheira e outra usada na distribuição de drogas. Também foi apreendido R$ 5.670,80, cadernos de anotações de dívidas de drogas,  comprovantes de depósitos, e outros materiais.

Um adolescente de 16 anos também foi encontrado na casa da mandante e segundo os levantamentos ambos são responsáveis por efetuarem cobranças e recolhimentos de dinheiros junto a traficantes. Em buscas na casa dele, em outro endereço, foram encontrados drogas, balança, um simulacro de arma de fogo e outros apetrechos.

A mãe do menor também foi levada para delegacia e autuada em flagrante por associação ao tráfico. O adolescente responderá ato infracional de tráfico de drogas e por integrar organização criminosa.

A mandante ainda será interrogada e após será autuada também em flagrante por tráfico de drogas, resistência, desacato e lesão corporal (por ter agredido um dos policiais no momento da prisão) e organização criminosa.