Vaticano cria equipe de atletismo e sonha com participação nas Olimpíadas

5

A primeira equipe de atletismo do Vaticano
Reprodução / Athletica Vaticana / Facebook

A primeira equipe de atletismo do Vaticano

O Vaticano apresentou nesta quinta-feira (10) sua equipe oficial de atletismo com o intuito de competir em eventos internacionais, como os Jogos Olímpicos. O anúncio foi realizado em parceria com o Comitê Olímpico Italiano (CONI).

Leia também: Vaticano pode ir à Justiça contra foto do papa Francisco com camisa do Palmeiras

A primeira equipe de atletismo do Vaticano será formada por cerca de 60 corredores, sendo guardas suíços, padres, freiras, jornalistas, professores, farmacêuticos, jardineiros, funcionários do Museu do Vaticano, entre outros.

O grupo é liderado pelo monsenhor Melchor José Sánchez de Toca e ainda tem um professor de 62 anos como atleta. A meta é alcançar o nível olímpico.

“O sonho que sempre tivemos é ver a bandeira do Vaticano entre as delegações na cerimônia de abertura de uma Olimpíada”, explicou o religioso. Além disso, o principal objetivo é de que a formação da “Athletica Vaticana” possa representar não só a paixão pela corrida, mas acima de tudo a convicção de que o esporte pode ser um instrumento de solidariedade e uma experiência espiritual.

Leia também: Após doping, Brasil fica com bronze no atletismo dos Jogos Olímpicos 2008

A equipe já faz parte da Federação Italiana de Atletismo e agora tentará afiliar-se à Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês). Com isso, poderá participar de competições como os Jogos dos Estados Pequenos da Europa e os Jogos do Mediterrâneo, que serão disputados na Argélia, em 2021.

A associação esportiva foi apresentada ao Vaticano pelo presidente do Pontifício Conselho da Cultura, cardeal Gianfranco Ravasi, que, segundo ele, recebeu o apoio do papa Francisco .

Leia também: Organização ligada ao papa Francisco indica Neymar a prêmio por “bons valores”

“Sempre vou abençoar as coisas positivas”, teria dito o Pontífice. Os atletas do Vaticano iniciaram os treinamentos há pouco mais de um ano e já se preparam para a primeira competição da equipe, a Corrida de Miguel, que será realizada no próximo dia 20 de janeiro, na região do Estádio Olímpico, em Roma.