PF combate esquema de saques fraudulentos de seguro-desemprego

8

Macapá/AP – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (27/12) a segunda fase da Operação Retorno, para combater esquema de saques fraudulentos de seguro-desemprego pagos pela Caixa Econômica Federal (CEF) no Amapá.

Policiais Federais dão cumprimento a um mandado de prisão preventiva e um mandado de busca e apreensão, no bairro Jardim Felicidade, em Macapá/AP.

A ação é um desdobramento da Operação Retorno, desencadeada no final de novembro (30/11), que apurou o esquema de saques fraudulentos efetuados mediante falsificações de comprovantes de pagamentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), vínculos laborais inexistentes e utilização de diversas empresas locais já inativas.

Diante das informações obtidas na primeira fase, a operação de hoje investiga o possível mentor do esquema criminoso.

O investigado responderá, na medida das suas responsabilidades, pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, falsificação de documento público, uso de documento falso, falso reconhecimento de firma ou letra e associação criminosa. Se condenado, poderá cumprir pena de até 21 anos de reclusão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

cs.srap@dpf.gov.br | www.pf.gov.br

(96) 3213-7500